Situada nos Balcãs, a Bósnia e Herzegovina é resultado da mistura entre a cultura ocidental e a cultura oriental. A passagem de vários impérios (Bizantino, Romano, Otomano e Austro-Húngaro), ao longo dos séculos, influenciou a sua arquitectura, cozinha, língua e religiões. A história trouxe a este país diversas etnias, tradições e religiões (principalmente a católica, ortodoxa e muçulmana) que convivem pacificamente e que, unidos, procuram desenvolver o seu país com dinamismo. A Bósnia e Herzegovina, com a sua grande beleza natural, riqueza histórica e cultural, clima suave e um povo hospitaleiro que trata os seus convidados como família, é um óptimo destino para quem gostaria de explorar uma parte da Europa, para muitos, desconhecida.

População

Em geral a população na Bósnia é conhecida por ser simpática, acolhedora e com grande sentido de humor e ainda por desenvolver uma comunicação directa e honesta, partilhando as suas opiniões, desejos e críticas em discussões abertas sobre questões diárias. As relações entre pais e filhos são na sua maioria baseadas na confiança mútua mesmo que seja a família a ter a última palavra em muitas decisões. Caso os/as estudantes demonstrem responsabilidade e maturidade, são autorizados as tomar muitas decisões de forma independente.

Família de acolhimento e comunidade local

O/a estudante AFS deverá ser acolhido/a numa pequena cidade ou numa área rural. Muitas pessoas vivem com a sua família alargada e é comum os avós cuidarem das crianças enquanto os pais trabalham. As famílias de acolhimento terão gosto em integrar o/a estudante AFS em actividades extracurriculares, como desporto, música ou artes, como uma boa forma de conhecer outras pessoas e fazer amigos.

Língua

A Bósnia e Herzegovina tem três línguas oficiais: bósnio, sérvio e croata. As línguas são semelhantes entre si, por isso basta aprender uma das línguas para compreender as outras. Para isso a AFS oferece cursos de língua intensivos para os primeiros meses do intercâmbio.

Alimentação

A gastronomia bósnia é próxima das dietas da Turquia e da Grécia e de outros tipos de cozinha otomana e mediterrânica. Antes de iniciar a refeição, a maioria das famílias dizem “Prijatno”, para desejar uma boa refeição. Os pratos típicos incluem “ćevapi” (carne picada grelhada), “pita” (um folhado recheado com carne, batata, queijo, espinafre ou abóbora), “dolma” (legumes recheados com carne e arroz) e “baklava” para a sobremesa. A maioria das refeições tem carne, cordeiro e batatas. Chás e cafés são também muito populares e consumidos várias vezes ao longo do dia.

Escola

O/a estudante AFS irá frequentar um “gymnasium” – uma escola secundária comum. O período escolar funciona de segunda a sexta-feira, geralmente em dois turnos intercalados: uma semana com aulas das 8h às 14h e outra semana com aulas das 14h às 20h. Cada turma tem entre 20 a 30 alunos. Algumas escolas têm actividades extracurriculares aos sábados, como música, desporto, arte ou teatro. Para além disso é possível que o/a estudante AFS tenha a oportunidade de participar numa visita de estudo de um dia ou de um fim-de-semana dentro do país ou num país vizinho.

Programas AFS disponíveis para este destino: